25 resoluções de ano novo para casais

Resoluções De Ano Novo

É comum iniciarmos o ano fazendo muitos planos para diversas áreas da nossa vida e, às vezes, podemos nos esquecer que precisamos também buscar fazer planos para fortalecer a nossa família.

Encontrei 25 resoluções de ano novo para casais no site Domestically Blissful  e achei interessante dividir por aqui:

  1. Orem mais;
  2. Não durmam chateados um com o outro;
  3. Comuniquem-se atenciosamente;
  4. Leiam algum livro juntos (Que tal “As cinco linguagens do amor”?);
  5. Façam mais refeições juntos;
  6. Tenham noites especiais;
  7. Façam algo especial na linguagem de amor do seu cônjuge;
  8. Passem menos tempo na frente da TV e mais tempo fazendo coisas que ambos amam e que criem laços e memórias.
  9. Cultivem um hobby juntos;
  10. Economizem dinheiro para as férias dos sonhos;
  11. Doem mais para alguma instituição de caridade favorita;
  12. Deixe de lado algo que irrite seu cônjuge. Ou relaxe a respeito de algo sobre seu cônjuge que o irrita.
  13. Cresça no seu relacionamento individual com Cristo. Enquanto cresce no seu relacionamento individual com Cristo, seu casamento irá naturalmente crescer em riqueza e força.
  14. Digam duas coisas positivas para seu cônjuge antes de dizer qualquer crítica.
  15. Crie uma lista de coisas-para-fazer-antes-de-morrer para seu casamento e marque pelo menos um item da lista a cada ano de casamento.
  16. Façam 30 minutos de exercício físico juntos diariamente.
  17. Memorizem versos bíblicos juntos.
  18. Tenham momentos de carinhos todos os dias (que tal começar com 10 minutos?)
  19. Conversem sobre seus sonhos e como podem realiza-los pelo menos uma vez ao mês.
  20. Em cada aniversário de casamento leiam seus votos um ao outro e reafirmem seu amor e devoção. Talvez até adicionar algo novo quando entrarem em um novo estágio no relacionamento.
  21. Cozinhem 2-3 refeições/semana juntos.
  22. Envolva-se em uma das atividades favoritas de seu cônjuge ou um de seus hobbies.
  23. Pratique o que prega.
  24. Rompam com os maus hábitos. Façam disso um jogo se necessário, ou estabeleçam um prêmio especial caso ambos livrem-se do hábito.
  25. Fale apenas bem de seu cônjuge à outros. Respeite a intimidade de vocês não expondo-as a outros, guardem-na para vocês dois.

Um ano lindo e abençoado para a sua família!

Família | O círculo sagrado

NossasBodas_aniversariosdecasamento_fotobiasimpliciofotografia

Li esse texto e achei interessante compartilhar com vocês.

“Há um círculo sagrado em torno de cada família, que deve ser preservado. Nenhuma outra pessoa tem o direito de entrar nesse círculo. Marido e esposa devem ser tudo um para o outro. Que a esposa não tenha segredos que guarde do marido e permita que outros conheçam, assim como o marido também não tenha segredos para com a esposa. O coração da esposa deve ser a sepultura das faltas do marido, e o coração do marido a sepultura das faltas da esposa. Não permita gracejos à custa dos sentimentos do outro. O que pode parecer uma brincadeira perfeitamente inocente acabará em conflito entre ambos e talvez em afastamento. Deve haver uma sagrada proteção em torno de toda família.
O círculo do lar deve ser considerado um sagrado lugar, símbolo do Céu, espelho no qual nos refletimos. Podemos ter amigos, mas na vida do lar eles não devem interferir. Tem de haver um forte senso de propriedade, que resulte num sentimento de tranqüilidade, repouso, confiança.” (Fonte: Fundamentos do Lar Cristão, pag 77).

A família é um dos bens mais preciosos que temos.

Um pedacinho do céu aqui na terra.

5 filmes imperdíveis sobre relacionamentos

Comemorar cada boda é importante porque elas representam a jornada do casal.

O casamento não é feito apenas de momentos felizes, mas também de situações adversas e consequentes aprendizados, que apenas duas pessoas comprometidas (e, é claro, que se amem) se dispõem a encarar.

Pensando nisso, preparamos uma lista de 5 filmes que mostram casamentos que deram certo e resistiram às adversidades.

Diário de uma paixão (The Notebook, 2004)

Romance. Allie Hamilton (Rachel McAdams) e Noah Calhoun (Ryan Gosling) são dois apaixonados que enfrentam muitas dificuldades, mas conseguem ficar juntos. O filme é narrado pelo próprio Noah que, na sua velhice, lê um livro de memórias onde consta toda a trajetória do casal, escrito pela sua Allie.

Doze é demais (Cheaper By the Dozen, 2003)

Comédia. Tom (Steve Martin) e Kate Baker (Bonnie Hunt) são casados e têm doze filhos. O casal se conheceu na Universidade, com grandes sonhos, mas a rotina agitada da família grande acaba afastando os dois de suas carreiras e a refletir sobre suas prioridades

Até que a sorte nos separe (2012)

Comédia. Produção nacional, conta a história de Jane (Danielle Winits) e Tino (Leandro Hassum), que prometem não mudar o estilo de vida, após ganharem na loteria. No entanto, em 15 anos todo o dinheiro é gasto e o casal se vê numa situação que os testa.

À prova de fogo (Fireproof, 2008)

Drama. Caleb Holt (Kirk Cameron) é um excelente bombeiro, mas deixa a desejar como marido. Depois de 7 anos, seu casamento passa por uma crise, que o obriga a correr atrás do tempo perdido e reconquistar sua esposa Catherine (Erin Bethea) que, até então, estava sendo deixada de lado.

Don Juan DeMarco (Don Juan DeMarco, 1995)

Comédia. Um homem que acredita ser o lendário Don Juan é levado à uma clínica psiquiátrica, após uma tentativa de suicídio. No entanto, no decorrer do tratamento, o psiquiatra Jack Mickler (Marlon Brando) passa a ser influenciado pelo romantismo do rapaz, revendo e melhorando sua relação com a esposa Marilyn (Faye Dunaway).

Curiosidade: Um estudo feito pela Universidade de Rochester, em Nova York, afirma que assistir e discutir filmes de temática romântica com seu cônjuge diminui significativamente o risco de divórcio.

Matéria original: http://goo.gl/5H5ypv
Em português: http://goo.gl/5H5ypv

Animados?

Então preparem uma pipoca bem gostosa para assistir nossa seleção de filmes juntinhos.

final_de_post

Texto de Flaviana Barbosa

Escolha amar

“Aprendi que o amor é feito de liberdade. É como ter, todos os dias, muitas outras opções. E ainda assim fazer a mesma livre escolha.

Dessas pequenas vitórias se faz a alegria de amar e ser amado. Descobrir no olhar do outro que você foi escolhido de novo. E de novo, mais uma vez.”

Cristiana Guerraaniversario de casamento

Curta Lolalinna no instragram!

O amor nunca falha

bia simplicio fotografia rio de janeiro ilha fiscal fotógrafa rio de janeiro aniversario de casamento

Foto: Bia Simplicio Fotografia

Em matéria de amor conjugal, a realidade transcende a ficção. O problema dos romances, filmes e novelas é que neles o casamento termina no altar, enquanto, na realidade, o altar é apenas o começo da jornada. Passadas as emoções do início, passada a lua de mel que se dilui como o esplendor de um fogo de artifício, o príncipe encantado e a bela princesa encontram surpresas, falhas e defeitos que só o verdadeiro amor poderá superar.

A juventude passa. O tempo e a gravidade redesenham as formas e vencem a todos. As ilusões desaparecem sob o peso da mão ferruginosa do tempo. O fogo dos impulsos e o calor das paixões se arrefecem na corrosão dos meses e anos. Mas “o amor nunca falha”, diz o apóstolo. O casamento não é um piquenique, mas uma sala de aulas, onde devemos aprender lições de dedicação e serviço. Não existe no casamento o monopólio de opiniões; portanto, os pares devem aprender a expor e não impor ideias.

É preciso aprender a dominar a arte de ouvir e dialogar. É necessário estar consciente de que a falta de tempo, por excesso de compromissos, é a responsável número um pela morte do relacionamento. Jamais utilize o sarcasmo e a ironia como armas de conflitos. Conta-se da esposa que diz ao marido: “Querido, você se importaria se eu fizesse uma lista de seus defeitos?” Ele responde: “Absolutamente, querida; afinal, minha mãe já me advertia de que tais defeitos me impediriam de arranjar candidata melhor!” Não adianta ganhar a discussão e perder o coração amado.

Nunca desista de seu cônjuge nem pense que seu casamento foi um erro. Não se apresse em julgar. Tenha uma visão realista de si. Isso vai tornar você humilde e tolerante com o outro. Evite as comparações. Pense bem antes de agir. Evite os “invasores espaciais”, não ETs, claro, mas as pessoas e sentimentos que invadem o lar: sentimentos de ciúme, insegurança, baixa autoestima. Cuidado com as falsas expectativas. Seu lar é formado de dois seres humanos, um deles é você mesmo!

Ouvimos de casamentos destruídos pelas incompatibilidades. Mas o que realmente destrói casamentos é a incapacidade de administrar as incompatibilidades. Lembre-se, finalmente, de que o amor não é algo que se adquire para toda a vida, que possa ser armazenado ou engarrafado. Ele cresce com a prática.

Fonte: Encontro com Deus – Meditação Matinal 2014 – Casa Publicadora Brasileira